03 set 2020

Pró-Labore e Distribuição de Lucros: Qual é a diferença?

Realização do pró-labore e distribuição de lucros de uma empresa.

Uma dúvida comum, compartilhadas por muitos empresários está relacionada a elaboração do pró-labore e a distribuição de lucros. Isso porque estes são dois modelos de remunerar tanto o empreendedor quanto os sócios.

No entanto, ambos possuem diferenças de aplicação. O que deve ser de conhecimento geral.

Tendo em mente que toda empresa visa obter lucro em suas operações, a correta compreensão de seus conceitos permite a elaboração de um planejamento, bem como as suas principais distinções. 

Acompanhe nosso conteúdo e aprenda conosco o que são e as diferenças entre pró-labore e distribuição de lucros. 

 

O que é pró-labore?

A palavra pró-labore tem origem no latim e significa “pelo trabalho”. Deste modo, fazendo referência a remuneração mensal paga a um titular de uma empresa bem como aos seus sócios, em decorrência ao trabalho desempenhado por cada profissional. 

Assim, sobre o valor pago em um pró-labore, irão incidir impostos como os que você verá a seguir:

  • INSS (Instituto Nacional do Seguro Social);
  • IRRF (Imposto de Renda Retido na Fonte.). 

Sendo assim, os percentuais dos impostos pagos irão depender diretamente do valor pago a remuneração e do enquadramento tributário de empresa, podendo ser:

 

Como calcular o pró-labore?

Primeiramente, é preciso estudar todo o mercado, de modo que possa compreender um valor médio de remunerações pagas de acordo com as responsabilidades de cada tipo de administrador.

No entanto, também é preciso compreender o cenário financeiro interno, a fim de conseguir chegar um valor de salário justo, mas também que não afete a saúde financeira da empresa. 

Lembrando que após estipulado o valor, ele deverá ser registrado em cláusulas específicas, presentes no contrato social da empresa. 

Confira nosso conteúdo: Encargos trabalhistas: quanto custa manter um funcionário?

 

 O que é Distribuição de Lucros? 

Já a distribuição de lucros faz referência a divisão dos lucros obtidos durante determinados de uma empresa.

Sendo assim, esta divisão deverá ser realizada, tendo como base os membros do quadro societário, ou pela divisão compatível com o percentual de investimento.

Logo, deverá ser dividido o valor de capital social, pelo o que foi investido. 

 

Quais são as obrigatoriedades da divisão de lucros?

Diante disso, uma divisão de lucros deverá ser feita de acordo com os resultados positivos do caixa de um empreendimento.

Deste modo, após a apuração de valores que deverão ser demonstrados contabilmente, entendeu? 

Tendo como vantagem, este tipo de remuneração não incide na Contribuição Previdenciária ou do Imposto de Renda.

Sendo assim, é importante lembrar que ao existe lei que obrigue a distribuição de lucro entre funcionários. 

Contudo, perante a Lei n° 10.101, a participação na divisão dos lucros pode ser realizada como forma de incentivo a produtividade da equipe. 

 

Como calcular a divisão de lucros?

A divisão de lucros geralmente é calculada de forma proporcional ao valor investido pelos membros de uma sociedade na constituição do capital social. 

Deste modo, imagine que, como sócio, sua empresa obteve R$50 mil de capital social e o seu sócio tenha investido R$30 mil. Logo ele irá receber 60% do lucro. 

Aproveite para ler mais: Conheça os benefícios da contabilidade digital para sua empresa

 

Mas afinal, qual dos dois é melhor: pró-labore ou divisão dos lucros?

Normalmente, os empresários tendem a preferir a divisão de lucro, exatamente por ela está livre de impostos.

Enquanto alguns sócios preferem receber o pró-labore mensalmente, adicionados a este dinheiro os juros da parcela de lucro.

No entanto, as coisas não são tão simples quanto parecem. Para lançar o pró-labore na folha de pagamento, uma empresa precisa ter o auxílio de uma boa contabilidade. 

Isso por que todos os valores precisam ser lançados corretamente, evitando assim ser atuados por sonegação.

Além disso, o apoio de um contador também será fundamental no cálculo da distribuição de lucro entre os sócios, a fim de cada membro possa receber valores justos pelos seus trabalhos e investimentos.

Conseguiu entender o que são e quais as diferenças entre pró-labore e distribuição de lucros?

Esperamos que o leitor tenha gostado deste conteúdo. Precisa de ajuda com o pagamento de imposto de sua empresaEntre em contato agora mesmo com um de nossos especialistas e tire toda as suas dúvidas! Não se esqueça também de curtir as nossas redes sociais!

Se você gostou do artigo, fique ligado em como o QUAIS ATIVIDADES SÃO PASSÍVEIS DE SEREM TERCEIRIZADAS VIA BPO FINANCEIRO?