21 set 2020

Planejamento tributário para empresas digitais: Conheça a importância-

Descubra como elaborar o planejamento tributário para empresas.

A transformação digital e gestão tributária tem seguido caminhos bastantes parecidos. Deste modo, muitas empresas digitais tem oferecido serviços com maior agilidade e praticidade.

Contudo, devido a alta carga de impostos que incidem sobre os modelos de negócios, é de fundamental importância conhecer assuntos como tributação e planejamento tributário. 

Sabemos que a legislação brasileira possui um alto nível de complexidade. Deste modo, quando um empreendedor opta por investir em um empreendimento digital, é de fundamental importância conhecer quais são as regras fiscais. 

Pensando nisso, preparamos para nossos leitores um conteúdo repleto de dicas sobre planejamento tributário para empresas digitais. Confira mais a seguir!

O que é planejamento tributário e qual a sua importância?

O planejamento tributário é um processo no qual uma companhia especializada realiza um estudo da eficiência tributária da empresa.

Nesse processo, serão analisadas questões referentes à redução da carga tributária, ao fluxo de caixa e ao próprio planejamento futuro.

Isso significa que é realizada uma projeção sobre como será o comportamento dos tributos nos próximos anos.

Deste modo, com essas informações, esse planejamento serve como ferramenta para tomar decisões na gestão da companhia, não só da parte financeira, mas também da parte gerencial.

Atualmente, considerando o cenário de crise econômica e a insegurança sobre o mercado interno e externo, é fundamental que as empresas contem com um planejamento tributário eficiente.

Sendo assim, além de otimizar a carga tributária, a companhia economiza no pagamento de impostos e no caixa.

Com isso, é possível investir em novos equipamentos e na contratação de profissionais.

Aproveite para conferir nossas dicas: CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DA CONTABILIDADE DIGITAL PARA SUA EMPRESA

Quais são os tipos de regimes tributários existentes?

O planejamento tributário para empresas digitais conta com tributos diretos, como Imposto de Renda, PIS e Cofins. 

Deste modo, para fins de um bom plano, existem algumas diferenciações de categorias, chamadas de regimes de tributação. Os principais existentes são o Lucro Real, o Presumido e o Arbitrado.

Sendo assim, é necessário contar com um profissional com bastante conhecimento na área tributária, para que ele possa indicar as diretrizes e informar se a empresa pode se encaixar ou não em algum regime tributário.

Quais são os problemas relativos a um planejamento tributário mal feito?

A realização de um mau planejamento ou a ausência dele ocasiona multas graves, que vão desde 50% até 150% da alteração do valor calculado. A aplicação da penalidade dependerá de cada caso e essa situação causa problemas no caixa da empresa.

Deste modo, imagine que um empreendedor queira usar um crédito futuro, mas não pode, pois, o fisco constatou que o crédito é indevido. Essa situação acarreta uma multa que é somada aos juros, o que prejudica as finanças da companhia.

Ainda há as obrigações acessórias. Se elas não forem entregues no prazo ou apresentarem problemas, a organização pode sofrer penalidades gravíssimas.

O que um bom planejamento tributário deve ter?

Entre nossas primeiras dicas para se fazer um planejamento tributário para empresas digitais, principalmente de uma empresa já ativa, são rever os seus processos, o que inclui fazer os cálculos e verificar a taxa efetiva, ou seja, a quantia de tributo a ser paga.

Sendo assim, é importante tentar adiar as ações que fazem com que a carga tributária aumente.

Nesse caso, é possível avaliar quais são, por exemplo, as despesas dedutíveis do Imposto de Renda.

Em resumo, as empresas podem realizar um balanço das operações que estão gerando um efeito de isenção do Imposto de Renda e, com isso, fazer o que for necessário para mitigar o processo.

Outra questão importante é a revisão do crédito tributário do PIS e COFINS. Para isso, é interessante tentar mapear aquilo que toma e que poderia tomar crédito.

Também é muito importante saber analisar os riscos. Com base no conhecimento das regras da legislação, as empresas reduzem as ameaças, pois emitem notas conforme mandam as normas e cumprem as regras tributárias.

Por isso, é necessário contar com uma equipe experiente, com conhecimento técnico e da rotina da companhia, além de dispor de sistemas atualizados.

Esperamos que o leitor tenha gostado deste conteúdo. Precisa de ajuda com o pagamento de imposto de sua empresaEntre em contato agora mesmo com um de nossos especialistas e tire toda as suas dúvidas!

Se você gostou do artigo, fique ligado em como o QUAIS ATIVIDADES SÃO PASSÍVEIS DE SEREM TERCEIRIZADAS VIA BPO FINANCEIRO?

Aproveite para curtir as nossas redes sociais e compartilhar o nosso conteúdo!