Imposto de renda para Dentistas – Tudo que você precisa saber

Descubra como fazer a declaração do imposto de renda para dentistas.

Você sabe como funciona a declaração do Imposto de Renda para dentistas? Como pessoas físicas, profissionais da saúde também precisam se acertar com a Receita Federal.

Anualmente, milhares de brasileiros, com o término do prazo de entrega do Imposto de Renda Pessoa Física, tentam correr contra o relógio. 

Este é um momento que requer bastante atenção e, para profissionais como os dentistas, isso não é diferente.

Isso porque, o dentista que atua de forma autônoma, tem um consultório ou presta serviço emitindo nota fiscal, precisa se manter atento para declarar o Imposto de Renda dentro do prazo.

Portanto, confira a seguir tudo que você precisa saber sobre a declaração do Imposto de Renda para dentistas. Vamos lá?

Imposto de renda para Dentistas: quem precisa declarar?

A entrega da declaração do Imposto de Renda precisa ser feita por todas as pessoas jurídicas e físicas que tenham arrecadado, ao longo do ano passado, rendimentos superiores a R$28.559,70.
Deste modo, a cobrança percentual será de acordo com a faixa de valor. Confira a seguir as alíquotas para o imposto de renda:

  • Rendimentos anuais entre R$ 22.847,88 até R$ 33.919,80: cobrança de 7,5%.
  • Entre R$ 33.919,80 até R$ 45.012,60: cobrança de 15%.
  • Rendimentos anuais entre R$ 45.012,60 e R$ 55.976,16: cobrança de 22,5%.
  • Rendimentos anuais acima de R$ 55.976,16: cobrança de 27,5%.

Aproveite para ler: IR 2021: Entenda Mais Sobre As Despesas Dedutíveis Antes De Realizar Sua Declaração!

Como declarar o imposto de renda sendo dentista?

Para fazer a declaração do Imposto de Renda 2021, o contribuinte pode recorrer ao apoio contábil.

Todo o procedimento deverá ser feito por meio da internet, devendo fazer o download do programa IRPF 2021. O programa é disponibilizado para as versões mobiles e também para computadores.

Desta forma, é de fundamental importância que ao longo do ano, o dentista solicite aos seus pacientes o CPF de quem paga pelo tratamento, para a emissão do recibo referente a prestação de serviço.

Além disso, se você dentista atua como pessoa jurídica, é preciso receber um informe de rendimentos da pessoa jurídica. Isso porque, com base nas informações presentes neste documento, o contribuinte poderá fazer a sua declaração.

Devendo fazer o lançamento do CNPJ da instituição contratante, o IR retido em fonte e o INSS a ser recolhido pela empresa.

Se você é dentista e atua de maneira autônoma, será preciso preencher o carnê-leão. Confira a seguir como deve ser feito.

Confira mais sobre: MEI está obrigado a declarar o Imposto de Renda 2021?

O que é o carnê-leão?

O carnê-leão é uma ferramenta de recolhimento mensal, de uso obrigatório do IR dos contribuintes que possuem seus rendimentos pagos por pessoas físicas ou vindos do exterior.

Isso porque, esses pagamentos deverão ser realizados por trabalhadores que não são empregados pelo regime CLT como, por exemplo, profissionais autônomos e liberais.

Como funciona o carnê leão?

O carnê-leão é utilizado como fim de registro das movimentações financeiras do dia a dia do dentista. Sendo assim, por meio dele, ficam registradas todas as despesas e receitas profissionais.

Por meio de seu uso, se torna possível fazer a escrituração eletrônica do livro caixa, além de ser possível uma série de benefícios aos contribuintes.

  • Cálculo do limite mensal de dedução;
  • Transporte do excedente das despesas para o mês seguinte, até dezembro;
  • Plano de contas básico e ajustável à sua atividade profissional;
  • Impressão do livro-caixa.

Leia mais sobre: Imposto de Renda 2021: 5 dicas valiosas para a correta declaração [ATUALIZADO 2021]

Deduções de imposto de renda para Dentistas

Caso o dentista atue fazendo a emissão dos serviços prestados, ele poderá fazer a dedução de suas despesas essenciais para o desenvolvimento de seu trabalho. Por este motivo, é de essencial importância ter um livro caixa.

Isso porque, o livro caixa registra toda a movimentação financeira de seu trabalho. Sendo assim, por meio dele também serão lançados os recibos emitidos aos pacientes e todas as despesas mensais.

Portanto, é preciso que o dentista emita um recibo para cada paciente. Desta forma, ao final de um mês, estará registrado em seu livro caixa, todos os valores que receberam durante aquele período.

Confira a seguir como um dentista pode abater as suas despesas: 

  • Congressos;
  • Palestras e seminários;
  • Terceiros essenciais para a manutenção do seu trabalho. 

Sendo assim, você precisa de ajuda para fazer a sua declaração do imposto de renda 2021? Entre em contato agora mesmo com o nosso time de especialistas. 

Nosso suporte é realizado de forma prática, por telefone ou WhatsApp diretamente com nossos profissionais, para proporcionar rapidez, agilidade e transparência aos nossos serviços.

Portanto, esperamos que tenha gostado desse conteúdo. Conheça mais sobre o setor empresarial e contábil com a AJCD Contabilidade Digital.

Confira mais conteúdos seguindo as nossas redes sociais e acompanhando o nosso blog.

Além disso, leia também: 5 dicas para melhorar o fluxo de caixa de sua academia.

Imposto de renda para Dentistas – Tudo que você precisa saber

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo