08 mar 2020

Imposto de Renda 2020: saiba quais documentos você precisa ter em mãos

Teve início o período de entrega da declaração do imposto de renda 2020. Você sabe se precisa fazer a declaração? Continue a leitura e saiba mais.

Teve início no dia dois de março, o período de entrega da declaração do imposto de renda 2020. Todos os contribuintes que tiveram no ano de 2019 rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 devem fazer o download  do Programa Gerador de Imposto de Renda.

Está com dúvidas de quais documentos deve entregar? Leia agora mesmo o nosso artigo.

Qual o período da entrega da declaração do imposto de renda 2020?

Atenção contribuintes, o prazo de entrega do IR 2020 já está valendo! O site da Receita Federal no dia dois deste mês, o software, que permite o preenchimento dos dados por cada contribuinte seja feito por meio de um computador e até mesmo utilizado o seu smartphone.

A declaração poderá ser entregue até o dia 30 de abril, deste modo os cidadãos têm dois meses para organizar todos os seus documentos e fazer a elaboração do seu imposto de renda 2020.

Desta forma, é imperecível que a contribuinte fique atento a data limite do prazo de entrega. As pessoas que entregarem a declaração fora do prazo, poderão ser penalizados com a cobrança de até 20% sobre o valor do imposto de renda 2020 declarado.

Além disso, este ano, uma a das grandes novidades do IR 2020 é a nova divisão dos lotes de restituição, passando de sete para cinco lotes. Além disso, este ano o primeiro lote será liberado no mês de maio.

Quem precisa declarar o imposto de renda 2020

O imposto de renda, tem como principal objetivo acompanhar a evolução patrimonial de cada cidadão.

Desta forma, de acordo com a Receita Federal, precisam declarar o imposto de renda 2020, quem:

  • Obteve rendimentos tributáveis maior que R$28.559,70 durante o ano de 2019;
  • Teve rendimentos isentos superiores a R$ 40.000,00 durante o ano anterior;
  • Conseguiu ganho de capital em vendas de bens ou realizaram operações na bolsa de valores;
  • Conseguiu isenção de impostos referente a venda de um imóvel residencial e que tenha feito a compra de outro imóvel dentro do período de 180 dias;
  •  Arrecadou através da atividade rural receita bruta anual superior a R$142.798,50;
  • Até o final do ano anterior, tinha posses com valor superior R$300 mil;

Logo, todos os contribuintes que pertencem a um ou mais critérios abordados anteriormente, possuem a obrigatoriedade de entrega da declaração do imposto de renda 2020.

Quem está isento no imposto de renda 2020

Todos as pessoas que os contribuintes que ao longo do ano de 2019, obtiveram uma renda inferior ao valor de R$ 28.559,70 estão automaticamente isentos do IR 2020.

Além disso, existem casos específicos nos quais o cidadão brasileiro pode pedir a isenção da declaração.

Veja a seguir quais são as condições:

  1. Contribuintes que recebem rendimentos de aposentadoria, pensão, reserva;
  2. Pessoas portadoras de doenças graves como por exemplo AIDS, doença de Parkinson, cardiopatia grave, fibrose cística, hanseníase, dentre outras patologias.

Assim, os contribuintes que desejarem solicitar a sua isenção, deverão apresentar a Receita federal um laudo pericial comprovando a sua condição clínica.

Documentos necessários na hora de fazer a declaração do imposto de renda 2020

 Veja a seguir todos os documentos que você irá precisar na hora de fazer a sua declaração:

Renda

  • Comprovantes de rendimentos de salários, aposentadorias, pensão e etc.
  • Informes de rendimentos de instituições financeiras;
  • Comprovantes de rendimentos recebidos por aluguel de bens, imóveis recebidos;
  • Informes de rendas, como pensão alimentícia, doações e etc.
  • Resumo do livro caixa, DARF de carnê-leão;

Bens e direitos

  • Comprovantes da compra e venda de bens e direitos;
  • Cópia dos documentos de escrituração de compra e venda de um imóvel;
  • Comprovante do boleto de IPTU de 2019;
  • Documentos comprobatórios da posição acionada de uma empresa;

Dívidas e ônus

  • Documentos referentes às dívidas e ônus pagos ou contraídos durante o ano de 2019;

Renda Variável

  • Comprovantes de compra e venda de ações na bolsa de valores;
  • DARFs geradas por renda variável;
  • Informes dos rendimentos de renda variável;

Pagamentos e doações efetuados

  • Informes de pagamentos dos planos e/ou seguro saúde;
  • Despesas médicas e odontológicas em geral;
  • Comprovantes de despesas com educação;
  • Recibos de doações realizadas;
  • Comprovantes do pagamento de Previdência Social e/ou privada;
  • Documentos comprobatórios de pensão alimentícia.

Como fazer a declaração do imposto de renda 2020

Durante a elaboração da declaração do imposto de 2020 será preciso muita atenção e cautela ao inserir todas as suas informações. Além disso também será preciso guardar por pelo menos cinco anos, todos os documentos que comprovem os dados declarados.

Veja a seguir o passo a passo para enviar de forma correta a sua declaração:

  1. Reúna toda a documentação pessoal necessária e CPF dos dependentes (caso haja);
  2. Faça o download do programa gerador da Receita Federal e preencha todas as suas informações;
  3. Escolha um tipo de declaração;
  4. Faça o envio dentro do prazo (02/03/2020 a 30/04/2020);
  5. Corrija os erros encontrados.

Precisa de ajuda para fazer a sua declaração do imposto de renda 2020? Entre em contato agora mesmo com o nosso time de especialistas.

Nosso suporte é realizado de forma prática, por telefone ou WhatsApp diretamente com nossos profissionais, para proporcionar rapidez, agilidade e transparência aos nossos serviços.

Esperamos que tenha gostado desse conteúdo. Conheça mais sobre o setor empresarial e contábil com a AJCD Contabilidade Digital.

Confira mais conteúdo como este em nosso blog.