Como se preparar para aposentadoria se você é autônomo, freelancer, MEI ou PJ?

aposentadoria-autonomo-freelancer-MEI-PJ

Se você é autônomo, freelancer, MEI ou PJ saiba que é preciso se planejar e entender o passo a passo de como se preparar para aposentadoria. A fim de que assim possa evitar problemas e ainda consegue um valor bem mais alto do que o padrão. 

Se você trabalha por conta própria, ou seja, é autônomo, freelancer, MEI ou PJ, precisa fazer um planejamento previdenciário para poder aproveitar os dias que virão. Acompanhe nosso artigo e veja como!

Leia também: Carteira de Trabalho Digital: Como emitir e utilizar.

Primeiros passos para saber como se preparar para aposentadoria como autônomo, freelancer, MEI ou PJ

Antes de mais nada é importante entender que cada pessoa é um caso à parte. Portanto, veja qual é o seu perfil e como gostaria de passar seus dias de descanso respondendo algumas perguntas abaixo:

  • Com quantos anos você pretende se aposentar?
  • Quanto de renda você precisaria por mês para viver bem? 
  • Quais gastos variáveis podem aparecer? Exemplo: viagens, compra de bens e serviços, manutenções no carro, na casa, etc.
  • O valor da aposentadoria será integral para você ou outras pessoas também irão usufruir?
  • Quais serão as fontes de renda? Será apenas a aposentadoria ou existe alguma outra renda extra?

Depois de responder e fazer alguns cálculos, é possível ter uma ideia do quanto você precisa para poder se aposentar. 

Aproveite para aprender mais sobre: Novos meios de pagamentos: conheça as possibilidades para venda e recebimento.

Como investir o seu dinheiro 

Agora que você descobriu a quantia aproximada que quer receber, chegou a hora de calcular o quanto será necessário guardar de dinheiro por mês para alcançar o objetivo.

Confira as opções de como se preparar para aposentadoria se você é autônomo, freelancer, MEI ou PJ:

Previdência Privada

A previdência privada é um tipo de aposentadoria que não faz parte do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Dentro da previdência privada é permitido optar dois tipos de serviços:

PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre)

O PGBL é um plano de previdência privada que tem como diferencial a vantagem da dedução do imposto de renda, que pode ser de até 12% da renda tributável (salário, férias, horas extras, aluguéis, entre outras fontes de renda). Ideal para quem faz a declaração completa do imposto de renda.

VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre)

O VGBL é, atualmente, o plano de previdência privada mais comum do Brasil. Seu diferencial está nos impostos que incidem apenas sobre os rendimentos da aplicação, e não no total. Porém, não há dedução do imposto de renda. Ideal para quem faz a declaração simples do imposto de renda.

Renda fixa

Como se preparar para aposentadoria se você é autônomo, freelancer, MEI ou PJ e ainda por cima tem o perfil mais conservador? Na renda fixa é possível saber em detalhes sobre quanto o seu dinheiro irá render. 

Dentre os mais conhecidos estão o tesouro direto, CDBs e LCAs.

Os investimentos em renda fixa possuem dois tipos. São eles:

Pré-Fixados

Na modalidade de renda fixa prefixados você é capaz de saber exatamente qual será a porcentagem de retorno no fim da aplicação.

Pós-fixados

Aqui, o rendimento pode ficar ligado a outro índice econômico, como o CDI por exemplo. Apesar de saber que seu dinheiro vai render conforme um índice, não tem como saber exatamente qual será o retorno, pois existem flutuações. 

Renda variável

Se você é autônomo, freelancer, MEI ou PJ e possui um perfil mais ousado, neste caso é possível  aproveitar a renda variável. Este tipo de investimento é conhecido por possuir um retorno mais imediato. Um exemplo de renda variável é a compra de ações em bolsa de valores, realização de depósitos em fundos de investimento e compra de moeda estrangeiras. 

INSS

Mesmo sendo autônomo, freelancer, MEI ou PJ, o trabalhador pode ainda optar pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) para se preparar para aposentadoria. Veja como cada um pode contribuir:

  • Autônomo, Freelancer: basta fazer a inscrição no Programa de Integração Social (PIS) como contribuinte individual.
  • MEI: paga 5% sobre o salário mínimo todo mês e ganha o direito à aposentadoria por idade. Mas pode pagar um valor superior e se aposentar por tempo de contribuição também.

Agora que você viu como se preparar para aposentadoria se você é autônomo, freelancer, MEI ou PJ, que tal poder contar com o auxílio especializado em contabilidade para escolher a opção que mais se encaixa com a sua realidade? 

Entre em contato com um de nossos especialistas e tire todas as suas dúvidas sobre aposentadoria! Nós, da AJCD Contabilidade, aplicamos a Contabilidade Consultiva para gerar resultados positivos para você e para a sua empresa.

Aproveite para curtir as nossas redes sociais e compartilhar o conteúdo do nosso blog com os seus amigos. 

Se você gostou deste artigo, aproveite e leia sobre: MEI: vantagens de se tornar um microempreendedor individual mesmo com o nome sujo.

Como se preparar para aposentadoria se você é autônomo, freelancer, MEI ou PJ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo