30 jun 2019

A importância do Fluxo de Caixa

Nesse artigo falaremos sobre a importância de um fluxo de caixa bem estruturado e daremos dicas de como fazer essa gestão da forma correta.

A criação e acompanhamento de um fluxo de caixa é de estrema importância, pois essa ferramenta permite que o empreendedor conheça, profundamente, diversos aspectos relevantes quanto a saúde de seu negócio, diante disso, está diretamente ligada ao sucesso da empresa.

Nesse artigo falaremos sobre a importância de um fluxo de caixa bem estruturado e daremos dicas de como fazer essa gestão da forma correta.

O que é o fluxo de caixa

É uma ferramenta de controle de finanças que visa organizar e evidenciar as entradas e saídas de recursos, ajudando o empreendedor a tomar decisões importantes relacionadas a vida financeira da empresa. Esse controle é aplicando no caixa da empresa, contas bancárias e demais formas de entrada e saída de capital.

Um controle eficaz do fluxo permite que o empreendedor tenha conhecimento total sobre os estágios das finanças da empresa, permitindo que sejam definidas estratégias de curto, médio e longo prazo. O Fluxo de caixa apresenta números correspondentes a custos e receitas, lançados de tal maneira que permitem uma análise detalhada. Feito corretamente, possibilita ao administrador uma sadia gestão do seu empreendimento.

Tipos de fluxo de caixa

O fluxo de caixa deve ser atualizado assim que qualquer negociação financeira seja realizada. Desse modo, a gestão da empresa consegue tomar decisões mais eficientes e que potencializam os resultados.

Para essa gestão existem diversos tipos de fluxos de caixa, uma contabilidade especializada pode auxiliar na escolha do modelo ideal para sua empresa.

Fluxo de caixa operacional

É o fluxo gerado pelas receitas e despesas de uma empresa por um determinado período de tempo. Esse modelo apresenta resultados obtidos no negócio e a variação do capital de giro, entretanto, apesar de apresentar dados de faturamento, ele não contabiliza investimentos nem apresenta a necessidade de aplicações.

Fluxo de caixa direto

Esse é o modelo mais utilizado nas organizações, pois registra tanto recebimentos quanto pagamentos de atividades sem a realização de descontos, ou seja, é considerado o valor bruto de cada operação.

Nesse caso, as entradas e saídas são classificadas de acordo com a natureza contábil (recebimento de clientes, pagamento de fornecedores, pagamento de guias de impostos, etc.). A principal vantagem desse modelo é o controle diário das informações.

Fluxo de caixa projetado

Esse modelo apresenta uma estimativa que permite ao empreendedor planejar suas próximas iniciativas referentes ao negócio com base nos resultados já obtidos, ou seja, o gestor analisa as contas atuais (tanto pagamentos quanto recebimentos), e faz projeção para construir uma visão futura do negócio. O fluxo de caixa projetado pode ajudar o empreendedor nos seguintes aspectos:

  • Projeção da realização de pagamentos e recebimentos, auxiliando na organização do negócio;
  • Realização de ajustes para correção das falhas de administração de recursos;
  • Auxílio na execução de ações para diminuir perdas e conseguir um resultado financeiro favorável;
  • Planejamento investimentos para a expansão.

Fluxo de caixa livre

O Fluxo de caixa livre mede a capacidade que um negócio possui de gerar capital em curto, médio e longo prazo.

Para esse modelo é utilizado um método comparativo com o fluxo de caixa operacional, onde o empreendedor utiliza dois relatórios: um que projeta resultados pelo período de 60 a 90 dias e outro que apresenta a estimativa para um prazo de 2 a 5 anos.

Com ele esse modelo é possível:

  • Analisar o resultado esperado e, em caso de balanço positivo, estudar possíveis aplicações para o capital ocioso;
  • Traçar novas estratégias, em caso de balanço negativo, para reverter o quadro e alcançar a saúde financeira do negócio;
  • Determinar as medidas mais apropriadas para o futuro da empresa — abrir novas unidades, solicitar empréstimos, ampliar o estoque ou até mesmo fechar as portas.

Fluxo de caixa para investimentos

Esse tipo de fluxo de caixa precisa acompanhar todas as movimentações financeiras realizadas para gerar resultados positivos e acumular riquezas.

É sempre importante lembrar que dinheiro parado não traz benefício algum para o negócio, por isso, esse documento precisa ser constantemente atualizado em relação às atitudes tomadas.

Esse modelo apresenta dados importantes para que a empresa tenha segurança na realização de investimentos como aumentar as atividades, contratar novos funcionários e expandir as fronteiras da gestão.

Vantagens do fluxo de caixa

Além de auxiliar na organização das finanças da empresa, a utilização do fluxo de caixa permite que todas as despesas sejam separadas por categorias, o que possibilita um conhecimento mais detalhado quanto aos gastos da empresa. Com esses dados, o empreendedor, com o auxílio de uma contabilidade poderá procurar melhores alternativas ou reduzir custos, o que irá impactar de forma positiva no negócio.

Outra possibilidade obtida com essa ferramenta é a possibilidade de categorização de clientes, apresentando o diagnóstico e situação de cada um com a empresa (datas de pagamentos, melhores remunerações, custo-benefício de cada um, etc.) o que pode ser decisivo para as finanças o empreendimento

Como elaborar o fluxo de caixa

Para elaborar o fluxo de caixa eficiente, conte sempre com o auxílio de uma contabilidade especializada. A contabilidade poderá dar indicações dos melhores softwares de gestão que podem ser utilizados para esse controle.

Um software adequado, além de propiciar uma integração entre diferentes áreas, ajuda a otimizar o uso do fluxo de caixa, permitindo uma consulta mais rápida e segura dos recursos, entre outras facilidades.

Para iniciar o processo, devem ser separados todos os saldos iniciais de caixa e contas correntes, e estes deverão ser inseridos no sistema, assim como as entradas e saídas de dinheiro. Da comparação entre os saldos iniciais, entradas e saídas, o empreendedor obterá o fluxo de caixa daquele período, que representa quanto a empresa tem disponível para outros gastos ou até mesmo para outros investimentos.

Recomenda-se que o fluxo de caixa seja elaborado diariamente para que seja conhecida a situação da empresa em tempo real.

Agora que você já está informado sobre a importância do fluxo de caixa para a vida da sua empresa, tenha sempre uma contabilidade especializada para auxiliar na escolha do modelo de fluxo e análise de todos os resultados obtidos. Uma contabilidade eficiente pode assessorar na tomada de decisões importantes.

A AJCD é uma contabilidade digital simplificada. A contabilidade digital permite mais rapidez, segurança e agilidade na troca de informações. Quer saber mais? Entre em contato conosco e conheça nossos serviços.

Então, gostou do artigo? Compartilhe em suas redes sociais ou deixe nos comentários suas dúvidas ou dicas para esse mercado. Nós, da AJCD Contabilidade Digital teremos muito prazer em responder.