8 passos para abrir uma escola infantil

como-abrir-uma-escola-infantil

Quando o empresário decide montar uma escola e opta por uma de educação infantil, ele precisa estar ciente que as crianças precisam ter um bom espaço para apreender e desenvolver atividades.

A educação infantil é a primeira etapa da educação básica e abrange a creche e pré-escola para crianças de 0 a 5 anos, de acordo com Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). As outras fases do ensino básico são o ensino fundamental, dos 6 aos 14 anos, e o ensino médio, dos 15 aos 17 anos.

Desse modo, chamamos de escola infantil, a instituição de ensino que cobra pelos serviços pedagógicos prestados e que opta por ensinar crianças desde o maternal até a 4ª série.

Com isso, neste artigo vamos falar sobre os passos que o empreendedor deve fazer par abrir uma escola e ter sucesso com ela.

Pesquisa de mercado

A primeira coisa que o empreendedor deve fazer é uma pesquisa de mercado. Vê como estar o setor de educação no Brasil e se a região aonde quer implementar a escola tem público para isso.

Pesquisar quantas famílias com crianças vivem na região ou bairro é importante para desenvolver material pedagógico para elas. O IBGE costuma ter uma boa base de dados sobre bebês e crianças no local.

Por isso, uma pesquisa é importante para saber qual é a dor dessas famílias e como a sua escola infantil pode ajuda-los.

Passos a passos de como abrir uma escola infantil

– Consumidor

Junto com sua pesquisa de mercado, faça uma pesquisa do seu público-alvo detalhado. Já sabemos que você trabalhar com crianças, porém você dever entender a rotina dos pais que cadastrão o filho deles na escola.

Descubra se os pais preferem escolas de meio período ou de período integral e quais são os tipos de conteúdos que vão ser abordados no material didático da escola.

– Local

Depois de analisar concorrência e pesquisar seu público, parta para o local da sua escola. Prefira se localizar estrategicamente próximo a moradia ou trabalhos dos pais. Uma boa localização também é perto de hospitais e postos de saúde.

Seja um local já construído ou montado do zero preze um terreno plano para que não haja acidentes. O local também deve ter uma área coberta para lazer ao ar livre.

– Estrutura

Você vai lidar com crianças, logo o ambiente deve ser arejado e com uma boa luz natural. Preze por tintas na parede que sejam fáceis de limpar, pois as crianças adoram desenhar em paredes.

O ambiente deve ser colorido e temáticos para ajudar o desenvolvimento do aluno. A prefeitura de cada município tem algumas regras de como deve ser o ambiente de educação infantil. Veja:

  • Boas condições de ventilação e iluminação;
  • Piso de material que seja fácil de limpar;
  • Paredes pintadas ou revestidas com material lavável;
  • Área mínima de um metro quadrado por aluno;
  • Mobiliário de dimensões e características que proporcionem conforto e segurança às crianças atendidas;
  • Instalações sanitárias para alunos, com uso exclusivo deles de acordo com a faixa etária;
  • Existência de berçário, de locais para amamentação e higienização, com balcão e pia, conforme a faixa etária.

De acordo com o Sebrae, sendo creche ou escola, precisa ter algumas áreas:

  • Hall de recepção;
  • Área externa;
  • Sala de atividades;
  • Berçário;
  • Serviços;
  • Administração;
  • Estacionamento.

Equipe

Este passo deve ser bem cauteloso, pois estamos falando de crianças e esse tipo de negócio precisa assegurar que os seus alunos serão bem tratados e estarão em segurança.

Por isso, é ideal contratar profissionais que já tenham experiência na área e que tenham recomendações. Pessoas que gostam e tenham paciência para lidar com crianças.

Dessa forma, o processo seletivo deve ser bem feito com atenção a todos os detalhes. Depois que você contratou sua equipe, invista em treinamentos e cursos. Uma equipe capacitada é de suma importância para o bom desempenho da sua escola infantil.

Linha pedagógica

Como a educação infantil é a primeira fase da educação básica, a linha de ensino precisa se adequar ao maior desenvolvimento do aluno. Há diferentes sistemas de ensino aplicados nas escolas brasileiras.

Converse com especialistas e procure professores que entendam ou mostrem-se abertos para o sistema escolhido, pois eles serão os responsáveis por aplicar na pratica os seus preceitos em sala de aula.

A exigência crescente do público alcança as instituições de ensino. Os consumidores dos serviços de ensino desejam um espaço que esteja capacitado para preparar os alunos para fazerem a diferença como profissionais (e também como pessoas), um lugar em que possam exercitar suas capacidades intelectuais, críticas e sociais.

Documentação necessário para abrir uma escola infantil

A regularização para abrir uma escola é feita junto à prefeitura da cidade, à Secretária da Educação, ao Ministério da Educação e à delegacia municipal de ensino.

Com isso, é fundamental que você esteja com todos os documentos em ordem e atualizados. Veja abaixo quais são:

  • Requerimento da Secretaria de Educação, preenchido e assinado pelo representante, solicitando a regularização da escola;
  • Cópia autenticada em cartório do contrato social de instituição;
  • Cópia autenticada em cartório do cartão de CNPJ;
  • Cópia autenticada em cartório ou original das Certidões Negativas dos Cartórios de Protesto — os documentos dos sócios, se houver, também devem ser incluídos;
  • Declaração de Idoneidade assinada pelo representante da escola;
  • Termo de responsabilidade assinado pelo representante da escola;
  • Escritura do imóvel ou comprovação de aluguel sob contrato referente ao imóvel onde a escola será instalada;
  • Planta do imóvel com descrição e legenda de todas as áreas de uso;
  • Descrição sumária relacionando os materiais e todo o acervo que será utilizado na instituição, além de identificação do espaço a que eles pertencem;
  • Relação completa dos Recursos Humanos, ou seja, descrição dos funcionários e suas respectivas funções e horários de trabalho;
  • Plano completo para a capacitação contínua do quadro de funcionários da escola;
  • Declaração de capacidade total da escola, levando em conta as medidas mínimas apresentadas aqui e no documento;
  • Duas vias do projeto político-pedagógico;
  • Duas vias do regimento escolar.

Investimento

O investimento para montar uma escola infantil depende do seu planejamento. Do tamanho no seu negócio e dos serviços que você vai oferecer. Segundo o Sebrae, é preciso investir cerca de R$214 mil reais, incluindo:

  • Materiais para reforma e instalações – R$80.000;
  • Abertura da empresa – R$5.000;
  • Letreiro – R$1.500;
  • Capital de giro inicial – R$36.000;
  • Equipamentos diversos – R$36.000;
  • Marketing inicial – R$2.500;
  • Mão de obra para adaptação do imóvel – R$50.000;
  • Projeto arquitetônico – R$7.000
  • Mobiliário – R$20.000.

Monte uma estratégia de marketing

Agora que estar tudo pronto, pense em investir no marketing da sua escola infantil. Atualmente, o público não aceita mais apenas a publicidade tradicional, com comerciais na televisão e anúncios na mídia impressa. Eles ainda são relevantes, mas não podem ser a única forma de divulgar sua instituição de ensino.

Para estabelecer sua escola como um nome forte e de confiança no mercado, invista no marketing de conteúdo e na presença na internet e nas redes sociais. O mercado de conteúdo visa levar, como o nome indica, conteúdo relevante para seu público, estabelecendo sua experiência e reputação.

Conclusão

Viu só? Abrir uma escola exige muita dedicação, paixão e planejamento, mas seguindo os passos que apresentamos aqui, você conseguirá tirar seu sonho do papel e conquistar reputação e sucesso na sua área de atuação.

Gostou? Leia outros artigos no nosso blog!

📍 AJCD é uma contabilidade digital simplificada onde você tem mais tempo para a gestão do seu negócio!

8 passos para abrir uma escola infantil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo